12 motivos para você criar um Blog para sua empresa

Por que criar um blog para sua empresa? Um blog pode ser útil para mim? Hoje em dia é comum que muitas marcas tenham perfis corporativos nas redes sociais mais populares (Facebook, Twitter, Google+, Linkedin etc), assim como um site institucional, com informações sobre seus produtos e serviços, horários de abertura, promoções etc. Algumas empresas também têm um espaço de vendas online - um e-commerce - em que aproveitam as possibilidades da rede para criar uma vitrine online comercializável. Mas hoje em dia ainda são poucas as empresas optam por também criar um blog para reforçar a sua presença online.

O objetivo deste post é mostrar as vantagens que um blog pode trazer à sua empresa e por que você deve imediatamente criar um para o seu negócio (caso ainda não tenha) :-)

1- Fácil criação:

A criação de um blog é algo muito simples, existem boas empresas provedoras de servidores para isso (Blogger, do Google, Wordpress, entre outras). Após a decisão de criar um blog, em cerca de 1 hora você consegue ter um protótipo para colocar no ar e experimentar.

2- Fácil administração:

Os blogs normalmente são criados em plataformas com templates prontos (como as citadas acima - Blogger e Wordpress) e tudo é feito através da inserção de widgets (com textos, imagens, links, apps) e alterações de layout. A configuração toda é muito simples, assim como a administração. Em alguns minutos utilizando a ferramenta - que é feita para leigos - normalmente as pessoas conseguem aprender e passar a administrar o próprio blog. Por serem ferramentas para o público em geral também existem diversos tutoriais e fóruns de ajuda para quem estiver tendo dificuldade em alguma parte.

3- Flexíveis e bastante personalizáveis:

São vários templates para escolher, todos bastante personalizáveis (você escolhe cores, tamanho, itens, widgets, formatos etc). Apesar de ser uma ferramenta pré-pronta, ela pode ser bastante personalizada pelo usuário (não fica com uma cara padronizada). É uma forma de diversificar ainda mais a identidade da marca.

4- É gratis:

Existem ferramentas pagas, mas os serviços mais usados (como Blogger e Wordpress) são grátis. No Wordpress algumas personalizações de design são pagas, mas dá para se virar sem elas. Para aqueles que têm budgets restritos, como muitas vezes são as startups, vale muito a pena começar com um blog. 

5- Ferramenta informal: aproxima clientes

O blog por si só é uma ferramenta mais informal e simples do que um site institucional ou um e-commerce. Utilizar-se desse recurso ajuda a criar uma marca mais próxima do cliente, mais humana e cotidiana (sem tanta sofisticação ou efeitos especiais como são os sites mais modernos). Você pode tornar seu blog algo super tecnológico, mas pessoalmente não sei se é essa a proposta (a meu ver é um espaço para focar mais no conteúdo).

6- Comentários do blog ajudam a aproximar clientes e leitores:

O blog é um ambiente mais isolado e "privado" do que um feed de notícias em uma rede social, o que permite que os comentários dos leitores/clientes sejam mais profundos e pessoais (por não estarem nos olhos do público em geral). Usando uma gíria, poder-se-ia dizer que o blog é um ambiente mais "intimista", em que pessoas mais interessadas no tema vão interagir e expressar sua opinião. Isso cria um espaço de mais qualidade nos comentários e identificação dos leitores/clientes.

7- O espaço do blog permite mais profundidade no que é escrito e, em consequência, mais espaço para transmitir e exemplificar os valores da marca: 

Pensando nos ambientes e nas práticas tradicionais de mídias sociais, o espaço para a escrita normalmente é restrito a alguns caracteres (e se você quer escrever um post maior, o leitor terá que apertar para "expandir" o espaço do seu post - além do que esse post irá destoar dos demais por ser muito longo e seu leitor/cliente talvez não tenha paciência de ler tanto). O blog é um espaço ilimitado para se escrever um texto mais profundo sobre um tema, sem necessariamente precisar, a todo momento, conter algum tipo de "call to action" devido ao curto espaço em posts de redes sociais. A escrita aprofundada é algo extremamente valioso, que permite que a marca vá mais fundo nos valores, atitude e mentalidade que ela quer passar. Sim, o post pode e deve conter "calls to action" e não ser tão longo para não cansar o leitor, mas o espaço para a profundidade é relevantemente maior e isso traz diferença para a qualidade do envolvimento do leitor.

8- Riqueza na conjugação Blog + Redes Sociais:

O blog, como disse acima, é um espaço para textos mais completos e profundos, que geram uma situação de mais envolvimento do leitor. Posts de blog combinam muito bem com posts em redes sociais, por exemplo no seguinte formato: a empresa faz um post em seu blog sobre alimentação saudável. Ela compartilha esse post no perfil da empresa no Facebook, colocando um trecho extraído do post do blog entre aspas, o link para o post do blog e um call to action do tipo: "o que vocês fazem para manter uma alimentação saudável no dia-a-dia?". É uma estratégia mais rica do que um post de blog ou um post de rede social sozinhos, pois conjuga as vantagens dos dois ambientes (uma interação mais rápida e direta - como ocorre nas redes sociais - e uma interação mais aprofundada - o texto completo do post do blog.

9- Mais coesão à estratégia de Social Media:

Se a empresa tem apenas o site institucional e perfis de redes sociais, muitas vezes a comunicação online não fica tão clara para o público, (pois os posts de redes sociais são mais curtos e às vezes linkam para conteúdos de terceiros).

Ter um blog ajuda a marca a consolidar e expor ao público os temas sobre os quais ela pretende falar e dialogar, deixando mais clara qual é a missão dela.

10- Blogs específicos para produtos ou serviços:

Blogs podem também ser específicos para determinados produtos ou serviços que se quer anunciar (com um budget mais restrito), já que, diferentemente de um site institucional, o blog não tem sempre o compromisso de se referir à marca como um todo (uma marca pode ter vários blogs, por exemplo). Caso a empresa tenha produtos corporativos e produtos para consumidores finais, ela pode optar por criar um blog apenas para os produtos feitos para os consumidores finais, visando a aproximação com o cliente. Outro motivo para se fazer um blog específico para um produto ou serviço é em caso de escassez de budget: se a empresa não está com muito dinheiro em caixa e quer anunciar um novo produto, um blog sobre ele e gerando interatividade pode ser um primeiro passo em uma estratégia de médio prazo.

11- Guest Posts:

O blog é um ambiente personalizado (diferente de um perfil em uma rede social que é bem mais padronizado com poucos campos editáveis em termos de cores, formatos, itens etc), sendo assim, guest posts de clientes, celebridades e convidados são super bem vindos e ajudam a enriquecer o conteúdo e a identidade da marca.

12- Recursos para melhorar o SEO:

O blog por si, quando bem feito e bem visitado, já ajuda do SEO geral da empresa, gerando mais resultados de busca e relevância temática. Além disso, gosto muito do recurso de marcação de autoria do Google+ (uso em todos os meus blogs): quando você vincula um blog a um perfil do Google+, quando o post do blog aparecer na busca, aparecerá ao lado dele a imagem do perfil vinculado a ele. **Acabei de ser informada por um leitor que essa possibilidade de ter a foto ao lado do post foi desativada pelo Google. De qualquer forma, ainda preciso entender um pouco mais qual o efeito que a marcação de autoria tem no SEO, já que essa vinculação ao perfil do Google+ ainda existe. Você pode usar esta ferramenta para verificar se o seu blog está com a marcação correta.

***

As dicas acima valem tanto para empresas como para startups e profissionais que queiram construir uma presença online mais sólida e consistente na internet.

Um ponto que acho sempre importante repetir: a estratégia de blog fica bem mais eficaz quando conjugada com uma boa estratégia de social media, como falei no item 8 acima. São estratégias complementares, cada uma com sua vantagem e sua métrica.

***

Se você quer ficar sabendo quando os próximos vídeos forem lançados, inscreva-se no meu canal do YouTube. Se você quer receber os próximos posts deste blog por email, clique aqui.

Na coluna da direta deste blog você encontrará os posts mais populares, assim como o arquivo com todos os posts publicados. Se você sentiu falta de algum tema, escreva-me

Até a próxima!

Luiza S. Rezende
Advogada empresarial especializada em startups