SaaS (Software as a Service): sua empresa oferece um SaaS?

SaaS - Software as a Service - é um termo que tem sido cada vez mais utilizado no universo empresarial. Muitos empresários ainda têm dificuldade de identificar quando estão diante de um SaaS e acabam cometendo erros ao oferecer o próprio serviço de sua empresa.

Qual é a definição de SaaS?

A modalidade "Software as a Service", de acordo com a Wikipédia, "é uma forma de distribuição e comercialização de software. No modelo SaaS o fornecedor do software se responsabiliza por toda a estrutura necessária para a disponibilização do sistema (servidores, conectividade, cuidados com segurança da informação) e o cliente utiliza o software via internet, pagando um valor recorrente pelo uso. A característica principal é a não aquisição das licenças (mas sim pagar pelo uso como um "serviço") e a responsabilidade do fornecedor pela disponibilização do sistema em produção".

De acordo com o blog Arquitetura de Soluções, do ponto de vista do usuário, "é um software que não é instalado localmente na infra-estrutura do cliente (on-premise), mas é utilizado através da web e pago pelo tempo de uso, por demanda. Desse modo, um software SaaS envolve mecanismos de tarifação e métricas de uso e billing. Ainda, é um software que fornece uma API para acesso pela web, através de Web services, serviços REST e outros. Do ponto de vista da arquitetura, podemos dizer que SaaS envolve uma infra-estrutura escalável, altamente configurável e multi-inquilino".

Exemplos:

Um ótimo exemplo de SaaS é o Google Drive, um serviço da Google que permite que você armazene diversos arquivos na nuvem e sincronize entre seus dispositivos através de seu login. Outros exemplos são o editor de vídeo do Youtube, os serviços prestados pela SalesForce.com e o programa Picnik, para editar suas imagens online.

Neste site, o SaaS Directory vocês encontram uma série de softwares no modelo SaaS divididos por setor. Vale dar uma olhada para entender melhor, na prática, o funcionamento de um SaaS.

Pesquisando no SaaS Directory encontrei alguns modelos bastante interessantes de SaaS. O primeiro exemplo é essa empresa Socrative, uma ferramenta para professores utilizarem em sala de aula e poderem disponibilizar atividades em laptops, tablets e smartphones, assim como fazer questões e mostrar resultados em tempo real. Achei muito interessante!

Outro exemplo, que considero uma referência para SEO e Analytics é o Kissmetrics, cujas informações da homepage já esclarecem bastante seu objetivo: ele fornece informações mais detalhadas (do que o Google Analytics, por exemplo) sobre o que os visitantes fazem no site do cliente. Nunca utilizei a versão paga, mas o site tem uma ótima reputação online e é mais uma criação do popular Neil Patel.


Se a sua empresa é desenvolvedora ou fornecedora de um SaaS, não deixe de consultar um advogado para saber a melhor forma de estar de acordo com a legislação vigente, inclusive no que diz respeito ao contrato com o cliente final.


Para assistir ao vídeo "Você sabe o que é SaaS, PaaS e IaaS?" em meu canal do YouTube, aperte o play abaixo:


***

Se você quer ficar sabendo quando os próximos vídeos forem lançados, inscreva-se no meu canal do YouTube. Se você quer receber os próximos posts deste blog por email, clique aqui.

Na coluna da direta deste blog você encontrará os posts mais populares, assim como o arquivo com todos os posts publicados. Se você sentiu falta de algum tema, escreva-me

Até a próxima

Luiza S. Rezende
Advogada empresarial especializada em startups


Foto: Panther Media / CrayonStock