Ser líder x ser chefe

Ser líder e ser chefe, será que existe alguma diferença? Um líder é naturalmente alguém que chefia? Alguém que está na posição de chefe é alguém que naturalmente lidera? Parece que não.

Hoje li este artigo que descobri através do Twitter (sigo a Entrepreneur, recomendo a todos, bastante informação útil vinda de diversos autores) que vai sair na revista Entrepreneur na edição de março de 2015 e gostei muito.

O título é: "O que Liderança é - e o que não é (What Leadership Is -- And What It Is Not)"  e foi escrito por Amy Cosper, a Editor in Chief/VP da revista (o Twitter dela parece ter diversas informações úteis também). Convido todos a lerem (está inglês, para quem precisar o Google Translator deve ajudar). O texto é um verdadeiro "chamado" (- ou, como é comum dizer hoje, um "call to action").

No texto a autora trata liderança como algo bastante profundo, algo que envolve coragem, atrevimento e uma visão singular de mundo. Para ela liderança é a sobrevivência do líder, assim como a sobrevivência dos liderados; é o legado. É aquilo que faz a pessoa ser grande.

Ser chefe ou ter um cargo alto é uma coisa. Ser líder é uma coisa totalmente diferente. Existem muitos chefes que não realizam a missão profunda de liderar pessoas e apenas ostentam seu cargo e as funções de coordenação que lhe são atribuídas.

Muitos chefes, por estarem imbuídos de gana de poder, desejo de serem reconhecidos ou de subirem na hierarquia, desejo de imporem sua opinião e outros anseios egocêntricos (que muitas vezes são motivados por insegurança, medo e fraquezas pessoais), acabam causando mal a seu time e aos funcionários individualmente falando.

Existem líderes que não são chefes, mas exercem a liderança no cargo que ocupam, inspirando e conduzindo seus colegas, imbuindo-lhes de visão e motivação, ajudando-os a pavimentar o caminho do que deve ser realizado.

O líder é capaz de contagiar os outros com seus valores, de usar sua liderança como uma tinta que pinta o que está à sua volta, dando cor, ânimo, destino e preenchimento à uma organização ou grupo.

Para a autora, liderança em um contexto empresarial seria o a contribuição e o "serviço" que o líder faz para a empresa (e aqui gosto de ver "serviço" em um sentido maior, quase como um serviço à humanidade que o líder está realizando, algo que todos deveríamos procurar fazer no dia-a-dia).

É sempre bom ter um líder por perto. O futuro fica mais facilmente visível e o dia-a-dia, mais leve. Os liderados conseguem enxergar sua missão pessoal, são contaminados com o instinto de "servir" do líder e querem também "servir" em sua forma.

Ser líder vai muito além da pessoa do líder em si. É emitir uma influência que irá se espalhar e estará estampada nos liderados, na empresa. 

É uma grande chance para definir ou mudar os rumos de uma organização, uma grande oportunidade de crescimento e amadurecimento, e acima de tudo uma imensa responsabilidade.

***

Se você quer ficar sabendo quando os próximos vídeos forem lançados, inscreva-se no meu canal do YouTube. Se você quer receber os próximos posts deste blog por email, clique aqui.

Na coluna da direta deste blog você encontrará os posts mais populares, assim como o arquivo com todos os posts publicados. Se você sentiu falta de algum tema, escreva-me

Até a próxima

Luiza S. Rezende
Advogada empresarial especializada em startups
Liderança, Amy Cosper, Entrepreneur, empreendedor, empreendedorismo, chefe, líder,
Foto: Panther Media / CrayonStock